Embora tenha apenas dois filmes no seu currículo de realizador,
Lee Daniels tem uma carreira no cinema que começou há mais de duas décadas, ainda nos anos 80, como «manager» de talentos, criando uma bem sucedida agência logo aos 21 anos.

Já no século XXI, Daniels virou-se para a produção acertando logo em cheio no primeiro projecto:
«Monster's Ball: Depois do Ódio» (2001), que valeu o Óscar de Melhor Actriz a
Halle Berry. O terreno independente foi desde o logo o espaço preferencial de movimento de Lee Daniels, com histórias de componente racial apurada no centro dos argumentos.
«O Condenado» (2004), com
Kevin Bacon, marcou uma viragem nesse segundo ponto, com a história de um pedófilo em recuperação interpretado por Kevin Bacon.

Com o prestígio crítico como produtor conquistado, Daniels deu o salto final para a realização, optando por um policial de cariz independente,
«Na Sombra do Assassino» (2005), com
Cuba Gooding Jr. e
Helen Mirren. O filme passou relativamente despercebido, o que não sucedeu com a sua película seguinte atrás das câmaras,
«Precious», que após ganhar três prémios no Festival de Sundance tem conquistado galardões e elogios um pouco por todo o lado.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.