Depois do primeiro assalto bem sucedido à Casa Nacional da Moeda de Espanha, o Professor,  Tokio, Nairobi, Rio, Berlin, Helsinki, Oslo, Denver e Moscow estão novamente juntos para muito "mais do que um simples assalto", avança a Netflix. A nova temporada de "La Casa de Papel" estreia em 2019.

As gravações da terceira parte da série arrancaram esta semana e o serviço de streaming revelou algumas novidades. "O grupo está de volta e desta vez acontecerá mais do que um simples assalto. Com novos elementos na equipa, os riscos são agora maiores que nunca", frisa o comunicado.

Para marcar o arranque das gravações, a Netflix revelou um vídeo da leitura do guião dos novos episódios.  "Ao som da emblemática música “Bella Ciao”, o vídeo mostra rostos familiares prontos não só para a primeira leitura do argumento da terceira parte como para darem a conhecer os novos elementos que compõem a equipa, tais como Hovik Keuchkerian (Bogotá), Najwa Nimri (Alicia), Fernando Cayo (Tamayo) e o já revelado Rodrigo de la Serna (O Engenheiro)", avança o sevriço de streaming.

Úrsula Corberó (Tóquio), Álvaro Morte (O Professor), Jaime Lorente (Denver), Miguel Herrán (Rio), Darko Peric (Helsínquia), Alba Flores (Nairobi), Esther Acebo (Estocolmo), Itziar Ituño (“Raquel Murillo), Enrique Arce (Arturo), Kiti Mánver (Mariví), Juan Fernández (Coronel Prieto) e Mario de la Rosa (Suarez) regressam aos novos episódios, assim como o criador Álex Pina e o realizador Jesús Colmenar.

"Uma outra surpresa para os fãs da série é a presença de Berlim (Pedro Alonso), que morreu no final do assalto, na parte 2 da produção. A presença de Berlim no vídeo promete muita conversa e especulação por parte dos fãs quanto ao verdadeiro desfecho desta personagem", acrescenta a Netflix.

"La Casa De Papel" tornou-se a série de língua não inglesa mais vista quando as partes um e dois foram lançadas na Netflix, em 2018.