Mulher-Hulk, Ms. Marvel e Cavaleiro da Lua vão protagonizar novas séries em imagem real do Disney+, revelou o presidente da Marvel, Kevin Feige. O anúncio foi feito na convenção D23, dedicada ao universo Disney, que se realizou no passado fim de semana na Califórnia.

O serviço de streaming da Disney, que estará disponível nos EUA a partir de 12 de novembro, já tinha entre as apostas confirmadas outras séries do Universo Cinematográfico da Marvel: "The Falcon and the Winter Soldier", "WandaVision", "Loki", "What If?" e "Hawkeye", com estreias previstas entre 2020 e 2021.

As confirmações mais recentes, no entanto, destacam-se por terem como protagonistas personagens que ainda não surgiram nos filmes, embora devam ter presença assegurada no grande ecrã depois das aventuras televisivas.

"She-Hulk" vai centrar-se na super-heroína e advogada Jennifer Walkers, prima de Bruce Banner/Hulk, mas que ao contrário deste lida bem com os seus superpoderes. Kevin Feige garantiu que a série será "diferente de tudo" o que a Marvel já fez. Na banda desenhada, as histórias de Mulher-Hulk a solo têm geralmente um tom humorístico e meta-referencial, com a quebra constante da quarta parede (o que leva a protagonista a dirigir-se diretamente aos leitores).

Ms. Marvel

"Ms. Marvel" vai acompanhar Kamala Khan, super-heroína adolescente de ascendência paquistanesa e a primeira personagem muçulmana a protagonizar uma revista da Marvel - e em breve, a primeira série. O argumento deverá ficar a cargo de Bisha K. Ali, que também será a showrunner, e está atualmente a desenvolver a adaptação de "Quatro Casamentos e Um Funeral", da Hulu.

Cavaleiro da Lua

"Moon Knight" deverá seguir Marc Spector, um antigo militar que se torna mercenário e adquire capacidades especiais durante uma missão no Egito, tornando-se depois um vigilante em Nova Iorque.

A data de estreia das três séries não foi divulgada.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.