A tradição já não é o que era: o primeiro canal da RTÉ, canal estatal da Irlanda, passou "As Cinquenta Sombras de Grey" às 21h30 num domingo e a notícia é... a falta de controvérsia.

No país fortemente católico onde por exemplo o aborto foi legalizado apenas este ano, a exibição antes das 10 da noite valeu apenas a apresentação de uma queixa formal, que um porta-voz do canal garante que vai ser respondida no "prazo de 20 dias".

Outros dois espectadores contactaram o gabinete de informação da RTÉ para dar feedback negativo.

No domingo, o canal tinha deixado um aviso nas redes sociais sobre a transmissão do filme sobre a relação sadomasoquista do milionário Christian Grey (o irlandês Jamie Dornan) e a estudante virgem Anastasia Steele (Dakota Johnson): "Após tanto sol, alguns de nós anseiam por um pouco de Grey [cinzento]... '50 Sombras' para ser concreto. O vosso filme de domingo à noite às 21h30, com cenas de nudez e conteúdo sexual forte."

A precaução revelou-se desnecessária. Mesmo nas redes sociais, as reações ficaram entre a indignação moderada (ou ironia) e... uma observação memorável.

"50 Sombras. na RTÉ. Num domingo. No ano do Papa. Que os Santos nos protejam.

"Que idiota na RTÉ pensa que o '50 Sombras de Grey' é visionamento apropriado para o horário nobre num domingo à noite durante as férias do verão"

"A ver (forçado) '50 Sombras de Grey' na RTÉ. A sério. Um homem com aquela quantidade de dinheiro tem uma garagem cheia apenas de Audis. A garagem mais aborrecida do mundo. Devia ser o suficiente para afastar logo qualquer mulher."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.