A série documental "Conversas com um Assassino: As gravações deTed Bundy" ("Conversations With A Killer: The Ted Bundy Tapes", no título original) chegou esta semana à Netflix e tem despertado a curiosidade dos espectadores.

Nas redes sociais, o serviço de streaming deixou uma aviso aos subscritores: "não vejam sozinhos".

A série conta a história de Ted Bundy, um nome que esteve na capa dos principais jornais norte-americanos nos anos 1970. Há 30 anos, o serial killer violou e assassinou pelo menos 30 mulheres, além das vítimas que não foram conhecidas. O norte-americano foi condenado à morte na cadeira elétrica em 1989.

"Conversas com um Assassino" conta com gravações de áudio inéditas de conversas com Ted Bundy, onde este fala sobre os crimes que cometeu. As gravações foram feitas enquanto o norte-americano está no corredor na morte.

"Não sou um animal nem sou louco… sou apenas um indivíduo normal", diz Ted Bundy numa das gravações.

"Entre na mente retorcida de um dos mais infames assassinos dos Estados Unidos através das suas próprias palavras", explica a Netflix.

Veja o trailer:

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.