Em declarações à Inforpress, o artista da Ribeira da Barca, no concelho de Santa Catarina (ilha de Santiago), avançou que esta “tour” o conduzirá à “mais conceituadas salas de espectáculos” dessas cinco cidades norte-americanas, onde vai actuar durante 90 minutos, sozinho com a sua guitarra e voz.

Segundo a mesma fonte, o primeiro concerto ao vivo está aprazado para o dia 07 de fevereiro, na cidade de Seattle (The Royal Room), às 21:30 (hora local), seguindo-se no dia 09, em Vashon (Open Space for arts & Community) , às 21:30, onde vai contar com participação de Jacob Bain.

Já no dia 13, vai ser a vez do Chicago (Old Town School of Folk Music), às 20:30, Nova York (David Rubenstein Atrium at Lincoln Center) no dia 14, às 19:30 e por último Washington (The Kennedy Center Millennium Stage) no dia 15, às 18:00.

Lisboa, Holanda, Brasil e Argentina são outros países que vão receber entre março e junho este CD lançado em 2017, onde vai estar acompanhado do musico português Mário Laginha.

“Boka Kafé” , que vem depois de “Dor De Mar” (2011), “Lonji” (2007), “Nu Monda” (2005) e “Argui” (2003), é composto por 12 faixas da autoria do próprio artista.

“Dzem kma sim” (moda Tcheka), “Kassarola”, “Peito na Peito”, “Boka Kafé”, “Pexin Pexon”, “Quinta-feira”, Soncente”, “Barquinho”, “Santa”, “Dzem kma Sim”, “Skarera” e “Strada” são as melodias que compõem este CD gravado “live” em Lisboa, Portugal.