O rapper norte-americano Tekashi 6ix9ine foi detido esta semana e é acusado de vários crimes pelas autoridades, entre eles o de  extorsão e posse ilegal de armas. No domingo à noite, dia 18 de novembro, o músico foi levado para a esquadra juntamente com três sócios, todos eles suspeitos de pertencerem ao gangue Nine Trey Bloods, conta a Forbes.

De acordo com o Daily Mail, o músico encontra-se detido na Brooklyn’s Metropolitan Detention Center, estabelecimento destinado a presos "perigosos e extremamente violentos", segundo o Departamento de Justiça norte-americano.

De acordo com a Sky News, o rapper foi considerado "violento" e perigoso para a comunidade, o que levou a que o juiz lhe negasse o pedido de fiança. Os crimes de que Tekashi 6ix9ine é acusado terão ocorrido entre 2013 e 2018 e incluem extorsão, posse ilegal de armas, assalto à mão armada, tráfico de drogas e tentativa de homicídio, entre outros.

De acordo com a Forbes, se for condenado por todas as acusações apresentadas, o rapper terá de enfrentar no mínimo uma pena de 32 anos, podendo ser declarada prisão perpétua.

Horas antes de ser detido, Tekashi 6ix9in anunciou o lançamento do seu novo álbum, "Dummy Boy". O disco deverá chegar aos serviços de streaming na sexta-feira, dia 23 de novembro.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.