Em declarações à Inforpress, o artista explicou que se trata do seu primeiro trabalho compacto mais “sério e versátil”, uma vez que já tinha lançado dois mixtapes, mas ambos em único estilo, que é o RNB.

Oudjí assegurou que escolheu o nome "Take Off" como título do seu álbum porque antes cantava somente no estilo R&B e com este trabalho “levantou o voo para outros géneros musicais”.

O trabalho é constituído por vários géneros musicais como reggae, kizomba, afro-funk, entre outros, com temas como “One Night", "Di undi nu bem", "Ultimo bez", assim como "Ot' Hora" e "reggae mix”.

O EP, que foi produzido por Lil Mario, conta com a participação de KRP no single “Ot' Hora, que, segundo Oudjí, fez “bastante sucesso” em 2019.

“Com o meu trabalho pretendo transmitir mensagens de amor e alegria, através de histórias interessantes”, declarou, acrescentando que quer despertar também a esperança.

Oudjí entrou no mundo desde criança e, com a motivação da sua família, em 2004 participou num concurso no qual ficou em segundo lugar, mas teve que fazer uma pausa, porque, conforme observou, não queria levar a música daquele jeito.

Entretanto, com a motivação de um colega, em 2009, entrou num grupo musical e, desde então, passou por vários grupos até que em 2015 decidiu seguir uma carreira a solo.

“O meu próximo passo na música é tentar expandir o meu horizonte a nível artístico. Já levei as minhas músicas para lugares que nunca imaginava chegar e agora o meu objetivo é ir para além disso”, demonstrou, manifestando a intenção de levar o seu trabalho para diferentes povos.

Oudjí afiançou que seu maior sonho é ver todas as pessoas alegres com as suas músicas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.