Abraão Vicente, que deu essa garantia à imprensa quando falava da Cidade da Praia e Cidade Velha designados como Capitais da Cultura 2018/2020, disse que a sua certeza foi reforçada, hoje, após ter recebido o apoio dos homólogos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

“Tivemos hoje, na declaração final, o apoio expresso de toda a comunidade de coma a Morna será apoiada no processo da votação final. É com este desejo que hoje celebramos o Kriol Jazz Festival”, disse.

Cabo Verde entregou no dia 26 de Março de 2018, na Unesco, em Paris (França), o dossiê técnico que marca a inscrição da Morna como candidata a Património Imaterial da Humanidade. A decisão sobre este dossiê será anunciada na próxima reunião do Comité do Património Cultural Imaterial da Unesco, que acontece na Colômbia, em Dezembro de 2019.