Esta edição de 2019, segundo a organização avançou em conferência de imprensa, no Mindelo, vai ser dedicada ao Biús, que consideram ser o “expoente máximo do lado lúdico, divertido e de ‘entertainment’ de Mindelense, que tem vontade de trabalhar, capacidade de produzir e disponibilidade para divertir”, considerou Alexandre Novais.

Então, o Mindel Summer Jazz (MSJ), conforme a mesma fonte, pretende enaltecer este lado divertido, neste evento que promete ser “muito festivo” e com a participação de “muita juventude, que tem estado, assegurou, um tanto ou quanto ausente das edições anteriores.

“Nossa intenção é espelhar em cima do palco aquele estado de espírito que o Biús tinha como músico, ou seja a alegria que tinha e que para mim é o legado que ele deixou, independentemente dos CD que gravou”, lançou Vou Monteiro, também da organização e para quem é certo conseguirem colocar de pé este evento, apoiado tanto pelo Governo e pela Câmara Municipal de São Vicente.

Assim no dia 01 de Agosto, e tendo como palco outra vez a pracinha do Liceu Velho (ex-Gil Eanes), o pontapé é dado pelo “virtuoso guitarrista” cabo-verdiano Vamar Martins, seguido do baixista camaronês, Etienne Mbappe e, por último, o saxofonista norte-americano Maceo Parker.

Já na sexta-feira, 02, abre-se com a banda nacional Pret e Bronk que também suportam a cantora Lizandra Gomes, nascida na Madeira (Portugal) e filha de pai cabo-verdiano e por último chega o trio com Ron Savage, dos Estados Unidos da América e, por fim, o guitarrista sul-africano Jimmy Dludlu.

Dois dias, de mais um evento neste Verão em São Vicente, que, segundo o presidente da Câmara Municipal de São Vicente, Augusto Neves, também presente na conferência de imprensa, vai ser feito de “momentos muito agradáveis e com cartaz muito forte”.

Augusto Neves também ressaltou o “convívio especial” que se pretende criar entre os artistas nacionais e do estrangeiro e ainda aumento da movimentação económica.