Conforme avançou à Inforpress Vou Monteiro, da organização, encontra-se tudo a postos para o pontapé de saída da VIII edição do Mindel Summer Jazz (MSJ), “praticamente” garantido com a chegada dos artistas de fora, entre terça e quarta-feira.

Também pronto está o espaço da Pracinha do Liceu Velho (antigo Liceu Gil Eanes) que recebe o evento pela primeira vez e que, segundo a mesma fonte, foi escolhido por estar “no coração de Mindelo e também com capacidade para albergar mais pessoas do que a Torre de Belém, antiga “casa” do MSJ.

“A pracinha do Liceu Velho, acredito que permitirá melhor interação com a população e assim criar uma áurea positiva para o festival”, assinalou Vou Monteiro que promete “um grande momento de jazz” com o “engajamento” entre o elenco de artistas e o espaço.

Do lado artístico, assegurou, o MSJ apresenta um cartaz “repleto de grandes artistas nacionais e internacionais”. A começar pelo grupo quarteto Prêt e Bronk (Bruno, Ivan Medina, Khaly Angel e Vando Pereira), de Cabo Verde, a quem cabe abrir o palco na noite de hoje, com a convidada  Zubikilla Spencer.

Nessa mesma noite devem actuar ainda Johny Keys Band feat Djim Djob, dos EUA, e a banda MND Flo, proveniente do Berklee College of Music (EUA).

O segundo dia, sexta-feira, terá como protagonista os cabo-verdianos TrêsMasUm, com Yvan Medina, seguido de Fred Wesley e The New JBs, com Ernie Fields Jr.

A VIII edição do Mindel Summer Jazz será encerrada pelo Alfredo Rodriguez Trio, composto por músicos de Cuba e dos EUA, e que, de acordo com Vou Monteiro, vai ser o “factor surpresa”, para fechar o evento com “chave de ouro”.

A organização promete rigor em termos de pontualidade para se iniciar o certame, sempre às 21:00, e por outro lado espera uma “grande adesão” do público mindelense, que poderá aceder aos espetáculos adquirindo os bilhetes a preço de mil escudos/dia e pacotes de 1800 escudos, dois dias.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.