A banda Seventeen conta-se entre as vítimas do tsunami que atingiu a costa do Estreito de Sunda, no passado sábado, que causou pelo menos 281 mortos e mais de mil feridos. Um novo balanço das autoridades indica que "o número de vítimas continuará a aumentar", de acordo com o porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho.

A banda de rock indonésia atuava perto da praia de Tanjung Lesung, em Java, quando foi atingida pela onda. O vocalista, Riefian Fajarsyah, confirmou nas redes sociais que o baixista, Muhammad Awal Purbani (Bani), o guitarrista, Herman Sikumbang, e o road manager, Oki Wijaya, estão entre as vítimas mortais.

Além dos membros da banda, várias pessoas que estavam no evento também morreram quando a onda arrastou o equipamento do palco para o público. Um vídeo partilhado nas redes sociais captou o momento:

As autoridades acreditam que o tsunami ocorreu após um desprendimento de terra que aconteceu por causa da erupção do vulcão Anak Krakatau. O Estreito de Sunda situa-se entre as ilhas de Java e Sumatra.

A localização geográfica da Indonésia, no Anel de Fogo do Pacífico, e o número de vulcões ativos no país, mais de cem, tornam a nação propensa a grande atividade sísmica.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.