Quarenta e oito horas depois de ter sido submetido a uma cirurgia na cabeça na sequência de um duplo acidente vascular cerebral (AVC), Jorge Neto, segundo informações transmitidas a família, está estável, mas, hoje, não teve nenhuma alteração no seu quadro clínico.

“Ele está estável, não teve nenhuma melhoria, mas também o seu estado não piorou. É um jogo de paciência, mas continua tudo na mesma”, revelou Augusto Veiga.

Na sexta-feira, 03, o cantor cabo-verdiano apresentou um quadro de tensão arterial estável, mas ainda continua em coma induzido depois de ter sofrido um duplo acidente vascular cerebral (AVC).

Jorge Neto conhecido pela sua performance no palco e pela sua emblemática frase “uau” sofreu um duplo AVC no dia 30, em casa, mas antes disso quando tentava viajar para Cabo Verde, onde tinha agendado um show de passagem de ano em São Vicente, sentiu-se mal no aeroporto de Lisboa.

“Ele estava com tensão muito alta e não o deixaram viajar. Ali mesmo foi-lhe medicado e quando estava a sentir-se melhor foi envidado para casa. Em casa, sozinho, porque a família estava em Holanda, teve um duplo AVC no dia 30 e ninguém deu conta, até que o seu irmão que lhe foi visitar encontrou-o sem falar muito e sem mexer muito, mas este negou-se em ir a um hospital” informara na altura o ‘manager’ do artista, Augusto Veiga.

A mesma fonte explicou ainda que só no dia 31 é que Jorge Neto foi levado ao hospital, quando a sua esposa, que estava em Holanda, antecipou a sua viagem para Portugal.

Entretanto, quando chegaram ao hospital os médicos informaram a família que o estado de saúde do artista é crítico porque demoraram muito para o levar aos serviços hospitalares e que este apresentava “muito sangue num dos lados do cérebro”.

No mesmo dia o artista foi submetido a uma operação de emergência de várias horas e de momento, segundo avançou Augusto Veiga, está ainda em coma induzido e as próximas 48 horas são “fundamentais” para ver a sua reacção.

Este é o segundo AVC que o artista sofre, uma vez que em finais de 2012 também passou pela mesma situação.

Filho de mãe cabo-verdiana, Jorge Neto nasceu em São Tomé e Príncipe em 1964. De seguida fez os estudos secundários em Portugal e para fugir ao serviço militar obrigatório, emigrou para a Holanda.

Tornou-se conhecido do público cabo-verdiano ao participar, enquanto representante da diáspora, numa edição do concurso “Todo Mundo Canta”, na década de 1980.

Fez sucesso na Holanda e noutros países da diáspora, bem como em Cabo Verde ao lado da mítica banda Livity, enquanto vocalista.

Acarinhado pelo público pela sua energia em palco, que já lhe valeu um galardão nos ‘Cabo Verde Music Awards’, Jorge Neto viria a sofrer, em finais de 2012, um AVC, do qual levou algum tempo a recuperar-se.

Em 2016 na segunda edição da gala Somos Cabo Verde, onde recebeu o prémio de mérito e excelência, fez um dueto improvável com Mayra Andrade como tema sem ninguém.

Reside em Portugal com a mãe, a mulher e os filhos.

Depois de 11 anos sem gravar um disco, Jorge Neto lançou em 2016 “Nha Palco”.

Do seu currículo constam agora nove álbuns, nomeadamente “Dja ca Da”; “Jorge Neto”; “Papia Bu Manera”; “Dia Diferente”; “Neto e Cabo Verde”; “Boca Povo”; “Rapaz Novo” e “Harmonia”, estes dois últimos ao lado dos Livity, e por último “Nha Palco”.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.