Os Brit Awards foram entregues na noite desta terça-feira, dia 18 de fevereiro, em Londres. Lewis Capaldi foi o grande vencedor da noite, levando para casa o galardão de Melhor Novo Artista e de Canção do Ano, graças ao single "Someone You Loved".

Lewis Capaldi também estava nomeado na categoria Melhor Álbum, mas acabou por perder o galardão para Dave. Com o disco ""Psychodrama", o britânico conquistou um dos principais prémios da noite e derrotou Harry Styles, Michael Kiwanuka e Stormzy.

Veja a cerimónia.

Billie Eilish também foi uma das estrelas da noite. Além de apresentar pela primeira vez ao vivo o tema oficial de "007: Sem Tempo para Morrer", a cantora venceu o galardão de  Melhor Artista Internacional Feminina - Ariana Grande, Camila Cabello, Lana Del Rey e Lizzo também estavam nomeadas.

A cantora britânica Celeste, que apresentou o single "Stranger", venceu o prémio de estrela em ascensão - o galardão é uma escolha dos críticos, concedido aos artistas que prometem dar que falar.

Já Mabel levou para casa o galardão de Melhor Artista Solo Feminino, vencendo Charli XCX, FKA Twigs, Freya Ridings e Mahalia.

Na cerimónia, Tyler The Creator recebeu o seu primeiro Brit Award - o artista conquistou o galardão de  Melhor Artista Internacional (Masculino), troféu disputado com Bruce Springsteen, Burna Boy, Dermot Kennedy e Post Malone.

Jack Whitehall, o apresentador da cerimónia, recebeu elogios rasgados nas redes sociais. No arranque da transmissão televisiva, o humorista passeou pelos camarins para escolher a sua roupa depois de Lizzo o confundir com um empregado. Na conversa com a cantora, o britânico acabou por limpar a flauta da artista.

Já no monologo de abertura, Jack Whitehall brincou com Billie Eilish, "a única adolescente no mundo que faz Greta Thunberg parecer preguiçosa", e fez uma homenagem a Caroline Flack, que faleceu esta semana.

O humorista não deixou de criticar a falta de mulheres nas categorias mistas. "Na onda da sustentabilidade, os britânicos têm reciclado todo tipo de desculpas para o porquê de haver tão poucas mulheres nomeadas", gracejou.

Durante a cerimónia, um trio improvável também conquistou o público e os espectadores: Jack Whitehall, o apresentador da cerimónia, Lizzo e Harry Styles conversaram no meio da sala e foram os protagonistas dos momentos mais animados da noite.

Nas redes sociais, os espectadores pediram de imediato ao canal britânico ITV que o humorista e os dois artistas apresentassem a edição de 2021 dos Brit Awards.

De Harry Styles a Lizzo: as atuações da noite

A cerimónia de 2020 dos Brit Awards arrancou com uma atuação de Mabel, que apresentou o tema "Don't Call Me Up". No alinhamento seguiu-se "Someone You Loved", com Lewis Capaldi a conquistar o público presente no Millennium Dome, em Londres.

A primeira grande atuação da noite ficou a cargo de Harry Styles. O músico britânico apresentou "Falling", um dos temas do seu último disco.

Depois de Harry Styles aquecer corações, foi a vez de Lizzo animar o público com um medley. A cantora arrancou a atuação em cima de um "trono", mas rapidamente desceu para junto do público.

O artista britânico Dave também conquistou o público com uma poderosa atuação. "A verdade é o que nosso primeiro-ministro é um racista", frisou nas primeiras linhas do tema, prestando depois uma homenagem a Jack Merritt, vítima do ataque terrorista na ponte de Londres.

A atuação da noite ficou a cargo de  Billie Eilish. "Eilish, Billie Eilish", foi desta forma que Jack Whitehall, o apresentador da cerimónia, chamou ao palco dos Brit Awards a jovem artista. A cantora apresentou o tema oficial de "007: Sem Tempo para Morrer" acompanhada por uma orquestra conduzida por Hans Zimmer.

O seu irmão, Finneas, e Johnny Marr também estiveram em palco com Billie Eilish.

Celeste, considerada uma das grandes promessas de 2020, também subiu ao palco dos Brit Awards para apresentar o seu singles "Stranger".

A noite fechou com uma atuação de Rod Stewart. Acompanhado por uma orquestra, o músico começou por recordar "I Don't Want To Talk About It" e terminou com "Stay with Me".

VENCEDORES:

Melhor Artista Solo (Masculino) 

Dave
Harry Styles
Lewis Capaldi
Michael Kiwanuka
Stormzy - VENCEDOR

Melhor Artista Solo (Feminino) 

Charli XCX
FKA Twigs
Freya Ridings
Mabel - VENCEDORA
Mahalia

Melhor Grupo

Bastille
Bring Me The Horizon
Coldplay
D-Block Europe
Foals - VENCEDORES

Canção do Ano

AJ Tracey - "Ladbroke Grove"
Calvin Harris & Rag’n’Bone Man - "Giant"
Dave feat. Burna Boy - "Location"
Ed Sheeran & Justin Bieber - "I Don't Care"
Lewis Capaldi - "Someone You Loved" - VENCEDOR
Mabel - "Don't Call Me Up"
Mark Ronson feat. Miley Cyrus - "Nothing Breaks Like a Heart"
Sam Smith & Normani - "Dancing With A Stranger"
Stormzy - "Vossi Bop"
Tom Walker - "Just You and I"

Álbum do Ano

Dave - "Psychodrama" - VENCEDOR
Harry Styles - "Fine Line"
Lewis Capaldi - "Divinely Uninspired to a Hellish Extent"
Michael Kiwanuka - "Kiwanuka"
Stormzy - "Heavy Is The Head"

Melhor Novo Artista

Aitch
Dave
Lewis Capaldi - VENCEDOR
Mabel
Sam Fender

Melhor Artista Internacional (Feminina)

Ariana Grande
Billie Eilish - VENCEDORA
Camila Cabello
Lana Del Rey
Lizzo

Melhor Artista Internacional (Masculino)

Bruce Springsteen
Burna Boy
Dermot Kennedy
Post Malone
Tyler The Creator - VENCEDOR

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.