Depois de se apresentar como cantor nas noites da capital do país, o artista Djam Neguin lança neste sábado, 08, o seu primeiro EP nas plataformas digitais.

“Kriolography” é composto por 7 faixas e traz uma mistura de estilos tanto cabo-verdianos como internacionais como o jazz, a bossa nova, samba , funk e hip hop.

“Dansa”, “Jazz Badio” e “Menos álcool, Mais vida”, que foram divulgados há alguns meses online, são alguns dos singles que compõem o EP.

“Todas as músicas são diferentes e acredito que há uma ‘vibe’ dançante em todo o EP, uma vez que, a minha relação com a dança e a música é muito próxima. Acho que não existe nenhum perfil musical igual no país e isso marca a diferença. A ideia é trazer um conceito de show que não existe no país”, diz Djam em entrevista ao SAPO.

A maioria das composições dos sigles é da autoria de Djam Neguin. “Tenho dois coovers das músicas “Lua,” de Princezito, e “Mamãe Velha” que contou com participação do rapper Hennessy.

Os singles foram gravados no Doctor Beats (studio de Ivan Medina), XL Studio, Bouzinup Beats e BLS Studio”.

No que tange a agenda, o show de apresentação do EP acontece no dia 07 de dezembro, pelas 19h30, no Hotel Praiamar, na cidade da Praia.

“A ideia é fazer uma tournée por todos os municípios de Santiago e para as outras ilhas, bem como procurar outros mercados”, diz.

Djam Neguin é dançarino, organizador de eventos e cantor, mas diz que não gosta de se ouvir a cantar. Apesar de não gostar de ouvir as suas próprias músicas, diz que o feedback do público tem sido positivo.