Com mais de 22 anos de estrada no grupo Ferro Gaita e com 12 CD gravados, Iduino resolveu mostrar aquilo que sabe fazer com a gaita (tipo de acordeão utilizado na música tradicional cabo-verdiana) ao preparar o seu primeiro trabalho a solo.

Em conversa com a Inforpress, disse que, independentemente de ser membro dos Ferro Gaita, chegou o tempo de mostrar ainda mais a sua faceta como tocador de gaita, um processo que, avançou, iniciou em 2018, mas, dado ao trabalho deste grupo musical, não levou adiante.

Entretanto, garantiu, este ano vai finalizar este álbum, cujo nome ainda não foi escolhido, mas que contará com a produção da Harmonia e com o apoio do manager Augusto Veigas.

Com 12 faixas musicais, assegurou, neste momento apenas cinco faixas (“Tocador de gaita”, “Tchada Monti”, “Tabanca”, “Batuco” e “Grogo”) já estão quase prontas, faltando apenas a sua mixagem.

“Este CD é sobre música tradicional de Cabo Verde, e principalmente da ilha de Santiago, desde batuco tabanca, funaná a tabanca reza. Vai ser à base de gaita, mas vou introduzir tchabeta, búzio e outros instrumentos”, revelou.