A cantora, cujo quarto álbum "Pegam na Mô" foi lançado em 2015, promete trazer aos angolanos os seus êxitos mais antigos e recentes, com uma sonoridade e ritmos que combinam a música moderna e tradicional de Cabo Verde.

A artista, que também canta no estilo Cabo Zouk, participa pela primeira vez no festival Sons do Atlântico que já vai na 6ª edição e acontece na capital angolana, Luanda, a 26 de maio.

Dina Medina começou a cantar aos 12 anos na banda Skysound, tendo depois feito parte do conhecido grupo Splash. Em 1995, lançou-se numa carreia a solo com o álbum "Paixão e Coração". Seguiu-se "Separação", dois anos mais tarde.

"Mornamente", o terceiro trabalho de Dina Medina, contou com a participação da Metropole Orkest (orquestra sinfónica da emissora nacional holandesa), álbum em que a cantora revelou a paixão pela morna.

Foi este álbum que lhe valeu sete nomeações para os Cabo Verde Music Awards (CVMA) de 2012,  tendo vencido nas categorias de "Melhor Voz Feminina" e "Melhor Morna".