Três meses depois de ter sido internada, Demi Lovato saiu da clínica de reabilitação onde se encontrava em tratamento desde agosto. Na sua conta no Instagram, a cantora confirmou os rumores avançados no fim de semana, partilhando ainda uma fotografia do momento em que foi votar para as eleições intercalares norte-americanas.

"Estou muito agradecida por estar em casa a tempo de votar. Um voto pode fazer a diferença e, por isso, certifiquem-se que a vossa voz é ouvida. Agora, saiam e votem", escreveu a cantora nas redes sociais.

Demi Lovato foi levada de urgência para um hospital em Los Angeles, nos Estados Unidos, no dia 24 de julho. Ao site TMZ, fontes das autoridades locais, avançaram ainda que a artista foi tratada em casa com Narcan - medicamentos com Naloxone que é utilizado para contrariar os efeitos de overdose de opióides.

De acordo com a imprensa norte-americana, os paramédicos encontraram Demi Lovato inconsciente na sua casa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.