Segundo informações divulgadas na página da organização, a primeira parte da banda sonora deste verão é feminina e tem vários sotaques, desde Cabo Verde a Moçambique, do Brasil a Portugal continental e insular.

“Sara Tavares (Portugal/Cabo Verde), Cristina Branco (Portugal), Selma Uamusse (Moçambique), Cremilda Medina (Cabo Verde), Labaq (Brasil)e Sara Cruz (Portugal) são as seis cantoras convidas para um programa que funde várias culturas musicais, tradicionais e contemporâneas”, informou a organização.

Sara Tavares atua no dia 17, no auditório exterior do teatro em que durante 70 minutos vai apresentar o seu quinto trabalho de originais “Fitxadu” (fechado).

Neste trabalho lançado em 2017, a artista partilhou a produção musical e a composição das suas canções com nomes como Kalaf Epalanga, Toty Sa’Med, Manecas Costa, Bilan, Princezito, Nancy Vieira ou Paulo Flores, entre outros.

Já a artista cabo-verdiana Cremilda Medina sobe ao palco deste festival no dia 24, em que durante 50 minutos irá brindar os presentes com mornas e coladeiras, ou seja, temas que fazem parte do seu álbum de estreia, “Folclore”.

Este ano, a programação do Teatro Municipal de Vila Real acontece ao ar livre, uma vez que, a organização pretende aproveitar a “arquitetura do edifício e a belíssima envolvente paisagística do Parque Corgo”.

Para além de muita música, este evento, organizado pelo município de Vila Real, reserva espaço para teatro, dança, exposição e cinema.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.