Cerca de cem artistas cabo-verdianos já foram ajudados pelo “Abrasu Muzikal”, um projeto que a própria classe criou para arrecadar fundos para ajudar músicos que residem em Cabo Verde.

“Com o Estado de Emergência e com a falta de palcos e trabalho, muitos músicos passaram e continuam a enfrentar enumeras dificuldades. O ‘Abrasu Muzikal pa Kompanhers' tem o propósito de tentar amenizar estas dificuldades. Muitos artistas, quer os que têm estado no ativo, bem como os que já fizeram muito pela nossa cultura, já foram apoiados”, diz o artista Tiolino, um dos mentores do projeto, em entrevista ao SAPO.

Segundo Zé Rui mais de 100 artistas já foram abrangidos pela iniciativa.

Zé Rui Depina, Kim Alves, João Carlos Silva (Jotace), Elton Djony, Tiolino, Diva Barros, Aldino Cardoso, Maria de Barros, Djim job e Grace Évora são os mentores do projeto.

“Para que o Abrasu Muzikal fosse abrangente criou-se a figura de embaixadores em todas as ilhas e na diáspora”, explica Tiolino

Já o artista Zerui Depina revelou ao SAPO que o projeto está a receber vários apoios e está a comercializar camisolas temáticas para apoiar a causa. “Já produzimos uma música “Nô Junta Mon” e estamos a produzir outra com os artistas da CPLP”.

Questionado sobre como tem sido o impacto da Covid-19 na área da cultura, Zé Rui diz que está a ser “péssimo”. “É preciso que se reabram os lugares para podermos voltar ao trabalho”.

Por seu lado, Tiolino diz que o impacto da Covid-19 é “transversal” a todos os setores. “De um momento para o outro muitos ou todos os artistas viram os seus shows cancelados. Sem trabalho, sem rendimento as dificuldades são incalculáveis”.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.