A representar a Associação Cabo Verde Cultural, o produtor Augusto Veiga informou que já estão na reta final dos preparativos para mais uma edição deste certame, cuja abertura esta marcada para logo mais à noite, na Assembleia Nacional, na Cidade da Praia, com atuação da artista cabo-verdiana Cremilda Medina e do grupo argentino La Yegros.

Nesta sétima edição, a segunda a ser realizada por um privado, segundo Augusto Veiga, tiveram mais dificuldades do que no ano passado devido a problemas financeiros.

Para manter o equilíbrio no orçamento, que ronda os 16 mil contos, disse que tiveram de terciarizar a feira que consumia dois terços do orçamento.

“No ano passado, financiamos dois terços dos custos dos stands. Os stands eram 16 mil e nos entravamos com 10.500 escudos e as pessoas pagam os 5.500 escudos. Devido ao facto de não termos meio, este ano, uma organização assumiu esses custos para que a feira não se acabe” informou.

Outra dificuldade enfrentada, apontou, foi em relação ao palco na rua pedonal, no Platô, em que, devido à vegetação existente, foram obrigados a mudar o palco para o meio da rua pedonal, diminuindo assim o espaço para o público.

Outro percalço encontrado pela organização foi no pagamento da taxa de segurança aeroportuária no aeroporto para os artistas, mas, “felizmente”, avançou, contaram com a colaboração do Ministério da Administração Interna e das autoridades municipais e de todas as empresas que colaboram com a organização para ultrapassar essa questão.

Tirando esses empecilhos, Augusto Veiga mostrou-se confiante que o AME vai ter “qualidade” devido ao leque de artistas nacionais e internacionais que vão pisar o palco deste certame.

“Acreditamos que as coisas vão correr bem e que vamos ter possibilidade de organizar um bom AME, com boas conferências, com bons workshops, e com possibilidade de fazer negócio da música aqui em Cabo Verde”, enfatizou.

Este ano, indicou, serão realizados 28 showcases, menos quatro do que no ano passado, em que cerca de 230 músicos vão ter oportunidade de circular nos palcos da Assembleia Nacional, da rua pedonal, da Pracinha de Escola Grande e do Palácio da Cultura Ildo Lobo, no Platô.

Está previsto ainda a realização de seis “Daycases”, dois “Showcases” com DJ no espaço Warehouse, três conferências e três workshops no Palácio da Cultura Ildo Lobo.

“Vamos ter uma conferência que fala sobre tour para os nossos artistas ou outros artistas internacionais no continente Africano, temos também uma conferência sobre como fazer tournées para o continente Americano e Europeu”, disse, avançado que vão debater a questão de como utilizar as redes sociais para a promoção dos trabalhos dos artistas.

Adiantou que, pela primeira vez, vão ter a participação de conferencistas do Japão, que vão abordar o tema “Panorama de um mercado de música atípico”, e ainda como utilizar as plataformas digitais para venda de música.

Augusto Veiga realçou a participação do antigo ministro da Cultura Mário Lúcio, do representante da Sony Music e o representante da Universal Music nas conferências.

“São temas interessantes que vão servir para o empoderamento dos nossos artistas e agentes culturais e também para os estrangeiros que vem a Cabo Verde e tem acesso à informação que importante e pertinente”, sublinhou.

Nos encontros “one by one”, avançou, estão disponíveis 35 profissionais e qualquer artista ou produtor, mediante marcação, pode “vender o seu peixe” e fazer negócio diretamente com essas pessoas.

Paralelamente a esses eventos, acontece de 09 a 13, na Praça Alexandre Albuquerque, uma feira com participação de 80 expositores, um espaço que serve para a promoção dos serviços de diversas empresas, autoridades municipais e para exposição de artesanatos.

Monhamadou Kouaté, de Senegal/Itália e Sizzthetruth, do Gana, Soul Bang’s, da Guiné Conacri, Qualité Motel do Canadá, Tiloum de Reunion, Mónica Pereira de Guiné-Bissau/Cabo Verde são os artistas internacionais que participam na VII edição do AME.

A nível nacional, o evento contará com a participação de Nacy Vieira, Cremilda Medina, Neusa de Pina, Miroca Paris, Beth e Patricia Carvalho, Bino Barros e Banda Fredy V the foudation, Danae Strela, Ga da Lomba, Dj Streladuh, Manolo e Djilou e banda.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.