Os pianistas e músicos cabo-verdianos Carlos Matos e Humberto Ramos prestam numa conversa musical uma grande homenagem aos que consideram ser os pais do piano cabo-verdiano: Chico Serra (1947) e Dona Tututa (1919- 2014).

Segundo nota de imprensa, ambos os artistas “que partilham o mesmo amor pela música de Cabo Verde e amantes da morna” vão prestar homenagem aos pianistas cabo-verdianos Chico Serra (1947) e Dona Tututa (1919- 2014) com uma conversa musical intitulada Morna Rhapsody.

Citado na nota, Carlos Matos defende que Chico Serra e Dona Tututa "foram das primeiras figuras a definir o Piano como instrumento solo num universo musical dominados pelas cordas".

O vídeo com o resultado final vai estar disponível no dia 1 de agosto no canal de Youtube do Carlos Matos a partir de 17h00 de Cabo Verde.

Tanto Carlos Matos como Humberto Ramos já tinham estado juntos no livro ‘Composições de Dona Tututa” e ainda noutros projetos de transcrições musicais.
"Cabo Verde sofreu com o afastamento entre as pessoas, por causa da pandemia da COVID-19. Desde logo os músicos, fizeram-se presentes contribuindo para imprimir uma certa positividade nesta situação".

Carlos Matos já tinha participado no projeto “Cabo Verde Toca Jazz” lançado pela Câmara Municipal da Praia e o Kriol Jazz Festival, para celebrar o Dia Mundial do Jazz em abril. Já Humberto Ramos foi o músico suporte no espetáculo que a cantora cabo-verdiana Cremilda Medina fez em junho, a partir do Auditório Municipal de Cinfães em Portugal.

Confira o teaser aqui:

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.