Paula Fernandes é uma das grandes estrelas da música brasileira, especialmente no mundo sertanejo. As suas canções fazem parte da banda sonora de dezenas de novelas e das vidas de milhões de pessoas que seguem todos os passos da artista - "Pássaros de Fogo", "Tocando em Frente", "Não Precisa" e "Beijo Bom" são alguns dos temas mais populares da cantora.

O sucesso de Paula Fernandes ultrapassa as fronteiras e números não deixam margem para dúvidas - ao longo da sua carreira, a cantora já vendeu quase seis milhões de cópias dos seus discos e DVD's e conta com 15 digressões internacionais. Nas redes sociais, a cantora também soma milhões de seguidores - no Instagram, a artista é seguida por 3,6 milhões de pessoas e no Youtube soma mais de dois milhões de subscritores.

Paula Fernandes tem-se também destacado ao fazer colaborações com artistas internacionais, como Plácido Domingo, Juanes, Alejandro Sanz, Taylor Swift, Shania Twain ou Michael Bolton. Mais recentemente, a brasileira lançou a versão oficial em português de "Shallow", tema da banda sonora do filme "Assim Nasce uma Estrela".

A versão do tema de Lady Gaga e Bradley Cooper, os grandes sucessos da sua carreira e os temas mais recentes serão alguns dos ingredientes dos concertos da artista em Portugal - Paula Fernandes regressa a Portugal para apresentar a sua nova digressão, "Jeans", e vai subir ao palco do Pavilhão Multiusos de Guimarães no dia 14 de junho e dois dias depois, a 16 de junho, atua no Campo Pequena, em Lisboa.

PAULA FERNANDES
créditos: FACEBOOK PAULA FERNANDES

Com apenas 34 anos, Paula Fernandes conta já com mais de duas décadas no mundo da música. "Comecei a cantar com apenas oito anos. Um dia fiz uma música e mostrei à minha mãe. Cantei a capella e ela ficou muito emocionada. Pediu-me para cantar de novo, depois pediu novamente para cantar... e estou a cantar até hoje", recorda a cantora em conversa com o SAPO Mag.

"Cresci, tornei-me adulta e sou mulher"

Apesar de contar com uma carreira de sucesso, os primeiros passos no mundo da música não foram fáceis. "Em primeiro lugar era criança e mulher. Segundo, era adolescente e mulher. Depois cresci, tornei-me adulta e sou mulher. Então, é um mercado que sempre foi dominado por figuras masculinas aqui no Brasil e tive de ter a força de dois homens para superar este preconceito e cantar a minha verdade, para ser compositora. A grande dificuldade foi mesmo entrar neste mercado, com homens a cantar outras coisas e eu a cantar sobre sentimentos, sobre amor. Mas, graças a Deus, consegui superar e abrir portas para mais mulheres", confessa.

Paula Fernandes
créditos: FACEBOOK Paula Fernandes

"Quando comecei e quando comecei a ser reconhecida pela público... lembro-me que comecei a ver nas redes sociais mais raparigas a tocar guitarra. Sinto que isso encorajou muita gente: 'se a Paula consegue, eu também posso'", acrescenta.

Aos 34 anos, Paula Fernandes conta já com uma carreira com mais de 25 anos - a cantora editou o seu primeiro disco em 1993, tendo já lançado sete álbuns de estúdio e três DVD's ao vivo. De canção em canção, a artista vai conquistando mais fãs e admite que o seu foco é sempre manter a sua "essência": "Acho que vamos mudando, mas a essência é a mesma. Acho que isso é o grande trunfo do meu trabalho porque nunca perdi a essência, sempre gostei de compor canções com mensagens porque acho que não é porque a música é dançante que temos de dizer 'disparates'. Sempre tive essa preocupação. Tenho um público infantil muito grande e tenho de ser uma referência para eles".

"Juntos e Shallow now"

Nas últimas semanas, Paula Fernandes conquistou as redes sociais ao lançar o tema "Juntos" com Luan Santana, uma versão cantada em português de "Shallow", canção principal da banda sonora do filme "Assim Nasce uma Estrela" e interpretado originalmente por Lady Gaga e Bradley Cooper.

"O meu agente estava a conversar com um radialista e surgiu a ideia de fazer a versão. Tinha cantado a canção recentemente e tinha ficado apaixonada pela canção", conta. "Tive uma noite para fazer esta versão e mandamos no dia seguinte para a Lady Gaga. Ela deu autorização para a canção ser publicada e, além disso, não mexeu nem uma vírgula. Ela autorizou a versão em português do 'jeitinho' que eu lhe mandei, só com voz e viola", revela Paula Fernandes, acrescentando que foi fácil "escolher o Luan Santana para fazer a parte do Bradley Cooper".

Mesmo antes de ser revelada, a versão cantada em português de "Shallow" tornou-se um dos temas mais comentados no Twitter no Brasil. "Fiquei surpreendida, especialmente por causa dos memes que foram nascendo. Todos os memes muito engraçados e divertidos (...) E isso foi tornando a canção cada vez maior, com várias marcas a usar o 'Juntos e Shallow Now'. A música tornou-se um sucesso mesmo antes de ser lançada - acho que nunca tinha acontecido no Brasil um lançamento assim, deste tamanho", frisa.

Os memes em torno do refrão da canção ("Juntos e Shallow Now") multiplicaram-se nas redes sociais - veja aqui alguns.  "Tenho um meme favorito: é o Homem de Ferro e o Capitão América a conversarem", revela Paula Fernandes ao SAPO Mag.

"Fiquei muito feliz quando a Lady Gaga aprovou a música como enviámos", confessa Paula Fernandes.

Os concertos em Portugal

Em conversa com o SAPO Mag, a cantora revela que "Juntos" será um dos temas que irá estar em destaque nos concertos em Portugal -  a cantora vai subir ao palco do Pavilhão Multiusos de Guimarães no dia 14 de junho e dois dias depois, a 16 de junho, atua no Campo Pequena, em Lisboa.

PAULA FERNANDES
créditos: FACEBOOK PAULA FERNANDES | Marlon Costa

"Estou muito feliz por voltar e vou apresentar o concerto do DVD que vou gravar no dia 12 de junho. Eu saio do Brasil no dia 13 - praticamente vou descer do palco e vou para Portugal", conta. "Quem já me viu ao vivo, vai-se surpreender porque será um concerto completamente inédito. Além de 'Juntos', vou cantar temas inéditos, os sucessos... vai ser um concerto que nunca fiz e aí em Portugal vai ser em primeira mão", revela.