Esta 21ª edição, que se enquadra nas festividades do dia do município, celebrado a 15 de Agosto, conta com um misto de ritmos tradicionais e internacionais.

“Vamos ter dois dias de muita boa música, de diferentes géneros, para todos os gostos. Aliás, o festival terá como objetivo homenagear o património cultural”, disse o vereador.

A abertura do certame está aprazada para as 21:00, com animação de DJ, seguida das atuações de Mário Mendes e Banda, Nató Ribeiro, Leo Pereira, Patrick Bello, Tony Fica, Jorge Neto, Cordas do Sol e Ceuzany e Ferro Gaita.

No sábado, 11, o palco pertence a Big Z Patronato, Élida Almeida e Banda, Denis Graça, Jennifer Dias, Blacka Silva, Landrick e o encerramento estará a cargo do artista Apollo G.

O terceiro dia do evento, que inicia por volta das 15:00, terá espaço dedicado às crianças com insufláveis, animações, palhações, pinturas, entre outras atividades.

Natalino Tavares promete “boa segurança” do festival, que será garantida por agentes da Polícia Nacional e de segurança privada.

O responsável camarário apelou ao civismo de todos para que tudo possa decorrer num ambiente seguro e saudável.

O festival está orçado em cerca de sete mil contos e a câmara conta com parcerias de empresas nacionais para a sua realização. A entrada é paga para os dois primeiros dias, sexta-feira e sábado, sendo que os bilhetes custam 400 escudos/dia.