Apesar de não ter registado a enchente como nos anos anteriores, o cenário da terceira noite de festival, cujo alinhamento do programa de atuação que contou com o mítico grupo de Santo Antão, Cordas do Sol, seguido de Khaly Angel e Elji, arrastou ao Presídio centenas de pessoas, na sua maioria jovens, não obstante o preço do ingresso de 700 escudos/pessoa, representava um aumento de 200 escudos em relação aos dois primeiros dias.

Depois da passagem pelo palco durante pouco mais de 40 minutos do grupo local May Bach Gang, Cordas do Sol deu um grande show numa interação com grande parte das pessoas presentes no espaço, sobretudo as que se concentraram mesmo a frente do palco.

Depois de cerca de hora e meia de atuação, Cordas do Sol cedeu lugar a Khaly Angel, numa espécie de aquecimento do público para a chegada de Elji, que teve a responsabilidade de fechar a terceira noite do festival de musica de Presídio.

Foi, com efeito, considerada a melhor das três noites pelas pessoas que entraram na arena do Presídio como as que estavam nas áreas envolventes, inclusive taxistas, para quem as duas primeiras noites foram de pouco trabalho.

A programação da Câmara Municipal de São Filipe para hoje, penúltimo dia das festividades, inclui a realização da conferencia “As relações entre Cabo Verde e os Estados Unidos da América – 200 anos depois”, a inauguração de fitness parques, final do torneio quadrangular de futebol, com os jogos Botafogo – seleção dos Mosteiros e Vulcânico – seleção de Santa Catarina, festival musical com Mr. Rappers, Garry RM, Elida Almeida e Djodje.

A nível da Casa das Bandeiras, do programa destacam-se a excursão ao santuário de Nossa Senhora do Socorro, matança de animais para a confeção de almoço de cavaleiros e convidados que é servido no dia 01 de maio, encontro do Banco Angolano de Investimento (BAI) com emigrantes e empresários para apresentação dos seus produtos e serviço, saída de cavaleiros da Casa das Bandeiras para a Igreja Matriz de São Filipe e preparação da procissão de São Filipe, acompanhada de luminárias no adro da igreja matriz.