A vereadora da cultura, Jassira Monteiro, mostrou esta intenção em conferência de imprensa, na Cidade da Praia, para divulgar a lista dos artistas que sobem ao palco do festival Nha Santa Catarina 2019, enquadrado nas festividades do dia da santa padroeira e do Município, que comemora 185 anos no próximo dia 25 de novembro.

Orçado em cerca de 20 mil contos, a organização garantiu que tudo está a postos para a garantia de “um grande festival”, que “vai ficar na história”, mas, para isso, apelou à adesão em massa do público.

“Temos estado a trabalhar para criar a marca do Festival Nha Santa Catarina. Este ano apostamos em grandes nomes da música cabo-verdiana, mas também do panorama internacional”, declarou a vereadora.

Segundo a autarca, o certame deste ano vai ter o cruzamento de diferentes géneros e gerações musicais, com a intenção de fazer o festival de Santa Catarina entrar no circuito de “grandes festivais” a nível nacional.

O artista jamaicano Ky-Mani Marley é cabeça-de-cartaz do festival, que, no primeiro dia, 22 de novembro, faz subir ao palco artistas locais, Gilson Furtado, Tubarões, Lejemea, Soraia Ramos, Djodje, Trakinuz e Titio di Belo Freire.

No segundo e último dia, 23, estão previstas atuações de artistas locais como Maura, Garry, Big-Z Patronato, Gama, Mika Mendes, Tony Fika, Ky-Mani Marley e Fidjus di Codé di Dona.

Jassira Monteiro assegurou que este ano o evento tem “forte aposta” na promoção de artistas locais como Levis Pereira, PCC, Miguel Semedo, entre outros, que, segundo acreditou, estão em ascensão no cenário musical cabo-verdiano.

Para o primeiro dia a organização espera cerca de oito mil pessoas e no segundo prevê maior afluência.

No que se refere à segurança, a autarca Jassira Monteiro afiançou que a edilidade está a trabalhar conjuntamente com a Policia Nacional para garantir a segurança, não só nos arredores do estádio de Cumbém, onde vai acontecer o evento, mas também durante todo o trajeto da praça central até o local.

Tendo em conta que o festival vai acontecer num capo de futebol, na compra de bilhete cada pessoa vai receber um copo, a fim se evitar lixo e vidro.

O artista representante do grupo Tubarões, que não pisa o palco de Santa Catarina há cerca de duas décadas, prometeu apresentar um repertório essencialmente baseado na música tradicional cabo-verdiana.

O cantor natural de Santa Catarina Gilson Furtado, por seu lado, mostrou-se expectante num festival “campeão” e garantiu que está a ensaiar para apresentar um bom momento de show, daí convidar a todos para estarem presente no certame.

Levis Pereira, um artista que “está em ascensão”, mostrou-se feliz por participar neste evento como artista da casa e acreditou na sua potencialidade, prometendo um “excelente show”.

Quem também está expectante num “grande festival” é a artista cabo-verdiana Soraia Ramos, que vai atuar pela primeira vez no Festival Nha Santa Catarina.

“Com o cartaz forte que nós temos, acredito que vai ser uma noite inesquecível”, enfatizou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.