O Grupo Musical Voz de ADEVIC, formado há cerca de 12 anos por deficientes visuais assistidos pela Associação de Deficientes Visuais de Cabo Verde (ADEVIC), fará sexta-feira o lançamento do seu primeiro CD intitulado “Vida de um Cego”.

O evento, a ter lugar no Palácio da Cultura Ildo Lobo, na Cidade da Praia, vai ser, segundo Carlos Mascarenhas, um dos integrantes do grupo, um momento de muita expectativa perante um público que querem que oiça a música dos deficientes visuais e os apoie.

“Neste dia queremos sentir esse sentimento de reconhecimento, pois, há vários anos que vimos tentando fazer um disco e não conseguimos. Queremos muitos aplausos do público, pois, a música para nós é uma distração gratificante”, disse o guitarrista em declarações à Inforpress.

Convidado a explicar o nome atribuído ao álbum, Carlos Mascarenhas adiantou tratar-se de uma letra composta com a intenção de retratar a vida de um cego no seu dia-a-dia.

O CD conta com dez faixas e com músicas de autoria do grupo, que é formado por oito portadores de deficiência visual, que cantam e tocam violão, cavaquinho, bataria e outros instrumentos.

“O grupo começou a tocar com outras pessoas, mas neste momento houve uma renovação, pelo que demos tudo para conseguir essa vitória. É claro que sem apoios e parcerias não conseguíamos”, conta Carlos Mascarenhas, sem esquecer de agradecer o produtor que fez com que o CD fosse possível.

Por isso, apela aos praienses a participaram no lançamento do CD “Vida de um Cego”, que estará a venda no acto por mil escudos.

A cerimónia contará com a participação dos músicos como Dona Lapele, Fernandes, Jorge Tavares, Sílvia Varela e Batucadeiras da ADEVIC e a entrada é gratuita.