Quando começou a ser promovido, o Fyre Fest prometia ser o festival de música mais luxuoso do mundo. Mas todos os sonhos dos criadores falharam e o evento foi um fiasco, que levou à prisão, por fraude, de Billy McFarland, organizador e sócio de Ja Rule.

Em entrevista ao TMZ, o rapper confessou que está a pensar em organizar uma segunda edição do festival. "No meio do caos encontramos oportunidades", disse o músico que se juntou a Billy McFarland para criar o Fyre Fest. O desastre da primeira edição "do festival icónico que nunca chegou a acontecer" é retratado num documentário da Netflix, "Fyre: O Grande Evento que Nunca Aconteceu".

"Tenho planos para criar o festival de música ICONNic... ainda vão ouvir falar sobre isso", confessou Ja Rule. O nome do evento é inspirado numa nova aplicação que permite contratar artistas para festivais - tal como a aplicação do Fyre.

Apresentado com co-organizador do Fyre Fest, Ja Rule não foi preso ou acusado de fraude, ao contrário de Billy McFarland.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.