O festival da Praia de Santa Maria, ponto alto das festividades do Dia do Município, assinalado a 15 de Setembro, em homenagem à nossa Senhora das Dores, padroeira da ilha, não se faz apenas de música e artistas, permitindo também um ambiente de convívio em torno das barracas de comes e bebes.

A serem montadas na praia de Santa Maria, para saciar o apetite dos festivaleiros, nos dois dias do festival, acompanhando o ‘layout’ do palco, as barracas são fretadas por 40 mil escudos, ocupando este ano um maior espaço, de modo a permitir melhor gira dos locatários no exercício da actividade.

A poucos dias da 29ª edição do certame musical, os trabalhos de montagem das mesmas estão na contagem decrescente, a todo o vapor e, à semelhança dos anos anteriores não vai ser permitido grelhas no meio do areal, tendo sido delineado um espaço, para o efeito, nas traseiras da cobertura.

Como não se pode agradar a gregos e troianos, algumas pessoas particulares que habitualmente montavam as suas barracas para ganharem um dinheirinho nesses dois dias de festival, lamentam o facto de as barracas serem disponibilizadas apenas a pessoas com bar e restaurante.

Neste particular, o vereador Hermínio Monteiro explicou em declarações à Inforpress que esta condição deve-se ao facto de se querer primar pelo cuidado, higiene e segurança alimentar, de modo a transmitir maior tranquilidade aos consumidores.

“Esta condição foi imposta desde o ano passado e é para ser continuada, por forma a se garantir a qualidade da segurança alimentar”, apontou, denotando que todas as pessoas no exercício destas funções devem estar munidas do respectivo cartão de sanidade.

“As barracas de comes e bebes deverão ter um número limitado de trabalhadores, devidamente identificados com cartão de sanidade actualizado para poderem explorar e trabalhar nas barracas do festival”, avisou.

Pessoas já começaram a chegar ao Sal, provenientes das diferentes ilhas, inclusive turistas, para acompanharem ao vivo o Festival Internacional de Música de Santa Maria 2019 que arranca esta sexta-feira, devendo terminar sábado para domingo, se não chover para acabar com a festa como em tempos idos, por esta altura do ano.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.