O festival, que vai na sua trigésima edição, deveria começar sexta-feira, mas uma falha de energia eléctrica, provocada por uma avaria num gerador, obrigou a edilidade a suspender a programação prevista para esse dia.

O vereador da cultura da Câmara Municipal do Porto Novo, Nilson Santos disse que, depois do incidente da sexta-feira, o festival decorreu na normalidade este sábado, com atuações de qualidade que deixaram satisfeito o numeroso público que ocorreu à praia de Curraletes.

Além de Jennifer Solidade, a programação deste sábado foi marcada ainda pela atuação da Dulce e Dilvo, dois jovens cantores portonovenses que fizeram a sua estreia no festival e que prometem muito à música cabo-verdiana.

O festival encerra-se, este domingo, com a presença dos grupos locais Nhô Ambrósio e Evolução, além do Didi Romântico e dos rapers Nauk e Tivs.

Em declarações à imprensa, Atim, cantor marroquino residente em França, disse ter ficado muito satisfeito com a forma como foi recebido pelo púbico na praia de Curraletes. “Estava ansioso para conhecer as pessoas em Santo Antão e foi muito bom”, sublinhou.

O festival de música da praia de Curraletes assinala os 55 anos de criação do município do Porto Novo, a 02 de setembro de 1962.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.