A responsável de Marketing e Relações Públicas da empresa, Hernídia Tavares, disse que o Badja Ku Sol é um festival 100 por cento crioulo e, por isso, nesta edição selecionaram os artistas que brilharam durante esses 10 anos, sem deixar também de dar oportunidade às revelações como Blacka e Big Z Patronato.

Mas mais do que isso, segundo Hernídia Tavares, a organização quis escolher “os artistas a dedo” para agradecer a cidade da Praia pela fidelidade demostrada ao festival ao longo desses anos.

“É uma forma de agradecer e dizer-lhes obrigado por terem gostado, porque nós sempre procuramos ouvir sempre o que o nosso público pede. Foi com esse intuito que fizemos esta seleção este ano”, garantiu.

Por isso, avançou a mesma fonte, a expectativa é que as pessoas gostem do festival, até porque o objectivo de fazer um bom festival sempre foi alcançado dada a satisfação com que os artistas saem de palco e pela reacção do público.

Esta mesma expectativa foi partilhada pela vendedeira Joana Varela, que há dez anos aproveita do certame para aumentar o seu rendimento.

“Eu venho todos os anos vender no Badja Ku Sol. O festival está cada vez melhor a cada edição, porque a organização tem apostado em grupos para todos os gostos. Por isso, espero que mais pessoas venham ao festival porque assim consigo vender mais”, afiançou a vendedeira.

Jailson Almeida, outro frequentador assíduo do festival, defendeu que este será “o melhor festival de todos os tempos” porque pelo palco vai passar “grandes artistas” como Grace Évora, Ferro Gaita, Loony Johnson, Gil Semedo, Ricky Boy, Legemea, Beto Dias, Dynamo, Lura e Kino Cabral.

Entretanto, este ano, contrariamente as últimas edições, não haverá cachupa (receita tradicional com carne ou peixe, feijão, milho e legumes frescos) porque, conforme Hernídia Tavares, o objetivo de colocar Cabo Verde no Guinness World Records (livro de recordes mundiais) já foi conseguido.

Por isso, ajuntou, não fazia sentido fazer a cachupa, mas, a cada ano, “a organização procura sempre inovar e ultrapassar novos desafios para melhorar a qualidade do Badja Ku Sol.