Júlio Lopes avançou esta informação à Inforpress, justificando que face à nova realidade provocada pelo coronavírus, “não há dinheiro” para fazer o festival, mormente numa conjuntura onde não pode haver actividades de muita aglomeração de pessoas num mesmo espaço.

“Não há dinheiro para fazer o festival da Praia de Santa Maria. A Câmara do Sal, assim como várias câmaras de Cabo Verde e o próprio Governo, estamos a ter uma perda grande de receitas”, explicou, esclarecendo que as mais importantes, que vão sofrer “uma grande redução” , são a nível do Imposto Único sob Património (IUP) e a taxa de lixo.

“Estamos a falar de valores superiores a cinco mil contos, além de receitas da taxa turística e ecológica. E como estamos a pensar cumprir o nosso programa em termos de obras para poder gerar emprego e compensar alguns impactos negativos do coronavírus, a nível do emprego, a nossa prioridade é manter o nosso programa”, sublinhou o autarca.

Neste sentido, Júlio Lopes aproveita para apelar as pessoas no sentido de cumprirem os compromissos que têm com a câmara para que a instituição possa ter dinheiro para realizar essas obras.

Voltando à questão do Festival da Praia de Santa Maria, afastando qualquer possibilidade de sua realização, pelas razões apontadas, Júlio Lopes disse, entretanto, que a autarquia vai criar um programa de apoio aos artistas salenses, já que dado à situação de pandemia provocada pelo novo coronavírus, ficaram no desemprego.

Segundo o autarca, a forma de apoio está a ser ponderada, mas uma das hipóteses é os artistas apresentarem um show virtual, através do faceboock ou outro canal de comunicação online, mediante uma compensação monetária, por cada actuação.

“Temos que pensar em algo para dar rendimento aos nossos artistas. Os artistas também têm que ganhar o seu pão. Por conseguinte, mais que dizer se vai ou não ter festival… que não pode haver porque não há dinheiro, é pensar como podemos ajudar os nossos artistas aqui no Sal, que há vários meses não estão a ter rendimentos”, enfatizou, concluindo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.