A SCM foi convidada a apresentar o Projecto Copyright Friendly Label, e a sua experiência enquanto entidade de gestão colectiva que assumiu a implementação da fase piloto do projecto em Cabo Verde, com a parceria de algumas instituições e do Governo, no intuito de tornar a cidade de Santa Maria a primeira “Cidade Amiga do Direito do Autor no Mundo”.

Mesmo estando temporariamente parado, devido a crise do covid-19, o projecto, de acordo com a nota de imprensa da SCM, continua no centro das atenções da Confederação Internacional de Sociedades de Autores e Compositores (CISAC) e assim que as condições estiverem reunidas, a continuidade da sua implementação, retornará com força, visando alcançar os objectivos nele preconizados.

Da  agenda de trabalho da reunião estão também programados temas centrais para o actual momento, considerados de extrema importância para as 37 entidades de gestão colectiva membros do CAF como reposicionando e implementação do Plano Estratégico da África no contexto pós-covid-19.

Será ainda debatida a estratégia regional de licenciamento, visando os usuários que estão a operar de momento, com as emissoras de telecomunicações, as rádios e tv, as plataformas digitais e os eventos de música ao vivo online.

Também afigura-se deste fórum temas como a estratégia regional para implementação da remuneração por cópia privada, aplicação de acordos de representação recíproca na região da África, celebração do Dia de Direitos Autorais e Gestão Coletiva da África, 3ª edição, em Setembro de 2020.

Outro tema central, que estará em foco no CAF deste ano será o lançamento e a implementação do projecto do novo código ISWC, que será oficialmente lançado a 22 de Julho de 2020.

O novo código permitirá um rigor e segurança redobrada, no registo e codificação das obras dos autores, pelas entidades de gestão colectivas membros da CISAC e com acesso a CISNET, como é o caso da SCM.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.