Esta é a primeira vez que o fotógrafo expõe em Santa Cruz e as fotos  expostas são inspiradas em rostos dos cabo-verdianos, principalmente no interior de Santiago,   como Santa Cruz, Santa Catarina e São Lourenço dos  Órgãos, com destaque na vivência do meio rural e  a riqueza cultural.

O objetivo desta exposição é trazer a “riqueza” para a luz do dia,   para que as pessoas possam ver e apreciar a real identidade de Cabo Verde e, também,   “despertar a arte” nos

O vereador da Juventude, Cultura, Desporto, Saneamento e Ambiente, Jaquelino Varela,  por seu lado, considerou que a primeira exposição “Rostús y Idêntidadi” foi realizada no Palácio  da Cultura, uma “exposição extraordinária”, por isso  trouxeram   a mesma para a “sua casa”,   para  partilha em  Santa Cruz e mostrar como que ele,   enquanto fotógrafo,   está a levar o  “bom nome” do concelho para fora.

Disse acreditar que o jovem fotógrafo Kuni Mendes, com esta exposição, vai inspirar muitos jovens que têm “algum talento” para “sair, expressar e mostrar” o talento que têm.

A exposição no Centro de Iniciativa Juvenil Katchás teve como parceiro a Câmara Municipal de Santa Cruz e o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas.