O livro de poesia “Rua Antes do Céu”, do poeta cabo-verdiano José Luiz Tavares, acaba de ser escolhido para figurar no Plano Nacional de Leitura de Portugal, confirmou hoje o autor.

Em declarações à Inforpress, a partir de Lisboa, José Luiz Tavares explicou que se trata de um dos 399 livros escolhidos, dentre os publicados entre 2016 e 2019.

Segundo o autor, entre as obras seleccionadas há apenas cinco livros de poesia, e desses cinco apenas dois de autores vivos, “Rua Antes do Céu” e “A pura substância do amor, de Nuno Júdice”.

“Os outros três são dois clássicos da poesia portuguesa: Cesário Verde, com O livro de Cesário e Poesias Dispersas, e Antologia Mínima, de Fernando Pessoa. A outra obra é Labareda, uma antologia póstuma de Alberto Lacerda”, adiantou o autor.

A obra “Rua Antes do Céu” ganhou o prémio BCA/Academia Cabo-verdiana de Letras em 2016, foi finalista do PEN Club Português em 2018, e finalista do Prémio Correntes d’escritas em 2019.

À Inforpress, José Luiz Tavares anunciou que acaba de publicar, também, na editora Abysmo, “um livrinho” de fados e canções, intitulado “Arder a Vida Inteira”.

A obra, esclareceu, é uma tentativa de abordar, de uma “forma quiçá mais ligeira”, certos temas ligados à tradição fadista, ou mais “latamente às canções, antes da publicação, em Outubro, de um livro denso, “Instruções para Uso Posterior ao Naufrágio”, meditações éticas e estéticas em verso, que arrecadou o Prémio Vasco Graça Moura, da Imprensa nacional Casa da Moeda, em finais de 2018.

Dos projectos para este ano, destacou que por essa altura deverá sair, pela editora Pedro Cardoso, um grosso volume intitulado Uma Pedra Contra o Firmamento [Arremessos de um rezinga com o dedo do meio apontado às fuças do mundo].

Esta obra reúne, segundo o poeta, textos de intervenções avulsas, escritos nos últimos anos, as polémicas em que se envolveu com certas figuras “manhentas” da cultura cabo-verdiana, e também as muitas entrevistas dadas aos órgãos de comunicação escritos, e críticas e estudos sobre a obra produzida até agora.

“Há ainda a previsão de edição de um livro de poemas juvenis, “Tás a Atrofiar-me – Poemas para Anjos Travessos”, com ilustrações do belga Alain Corbel, uma co-edição entre a Abysmo e a Pedro Cardoso”, informou.

José Luís Tavares nasceu a 10 de Junho de 1967, no Tarrafal, ilha de Santiago, Cabo Verde. Estudou literatura e filosofia em Portugal, onde vive há quase três décadas.

Já publicou os livros «Paraíso Apagado por um Trovão» (2003), «Agreste Matéria Mundo» (2004), «Lisbon Blues seguido de Desarmonia» (2008), «Cabotagem&Ressaca» (2008), «Cidade do Mais antigo Nome» (2009), «Coração de lava» (2014), «Contrabando de Cinzas» (2016), «Polaróides de Distintos Naufrágios» (2017) e «Rua Antes do Céu» (2017).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.