A informação foi avançada pelo ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, na sua página pessoal no facebook e na página oficial do respetivo ministério.

“Estou em Lisboa em reuniões de trabalho para fechar grandes parcerias. Hoje tenho a honra de anunciar como convidado do Morabeza 2019 – Festa do Livro – a ilustre personalidade mundial que é José Ramos-Horta, Prémio Nobel da Paz, ex-presidente e ex-primeiro-ministro de Timor Leste, autor de vários livros, combatente pela paz e pela liberdade em Timor e no Mundo”, escreveu o ministro.

O evento Morabeza, promovido pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, faz parte do plano de investimentos para o programa Promoção Nacional das Artes para 2017/2021, e apresenta o projecto de um festival literário para Cabo Verde “capaz de unir” África, Europa, Ásia Lusófona e América Latina.

José Ramos-Horta nasceu em Dezembro de 1949 em Timor Leste. Durante anos, percorreu o mundo em defesa da sua pátria, apelando sempre pela paz e não ao uso de armas, tendo sido considerado “o homem da resistência”.

Desempenhou grandes cargos no Governo como Presidente da República do Timor, entre 2007 a 2012, primeiro ministro da Defesa de Timor Leste, entre 2006 a 2007,  ministro dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação do Timor, entre 2002 e 2006, ministro dos Negócios Estrangeiros e Informação, no primeiro Governo proclamado em Dezembro de 1975, seguindo a última Declaração da Independência do Timor Leste, e membro do alto grupo de Meditação, estabelecido pelo Secretário-geral da ONU, entre 2017 a 2019.

Ao longo da sua prestigiada carreira foi merecedor de prémios como, membro da Ordem da Austrália (2015), Ordem de Timor-Leste (2012), Ordem Dom Infante, Portugal (2011), Ordem Dom Boaventura (2006), Ordem De Liberdade, Portugal, (1998), Nobel da Paz (1996), Ordem de Brasil, Cuba, Guiné-Bissau e também Cabo Verde.

Publicou grandes obras literárias como “Words of Hope, Speeches, Essays”, Media Longueville, Sydney (2018), “Where the Sun on Rising Sees First”, em cooperação com Raquel Belli, LIDEL Lisboa (2014), “The Lost World of Timor-Leste”, LIDEL Lisboa (2017), com Patrícia Vickers-Rich, e Peter Tussler; entre outros.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.