Jorge Carlos Fonseca discursava na noite deste sábado, na Pracinha do Liceu Velho, na cidade do Mindelo, palco da cerimónia de abertura oficial da 2ª edição Morabeza – Festa do Livro, que, no entanto, decorre em São Vicente desde o dia 19.

Num discurso pejado de elogios à São Vicente e à cidade do Mindelo, “uma das cidades mais literárias de Cabo Verde”, como referiu, o Presidente da República destacou a festa do livro como ocasião para reunir escritores nacionais e internacionais, críticos literários e amantes da literatura e do saber, que trazem a sua “visão particular” deste universo para “partilha de experiências”.

Ademais, para o chefe de Estado trata-se de um encontro que traz a literatura e os escritores para o centro da atualidade nacional, numa cidade onde os jovens, ajuntou, tomam contacto com a literatura, através do livros, mas igualmente através do teatro, o que faz do Mindelo um “viveiro de artistas e de cultura”, de uma forma geral.

Na ocasião, Jorge Carlos Fonseca deixou uma “palavra de apreço” ao ministro da Cultura pelo “empenho e entusiasmo” com que se tem entregue à “tarefa de promoção” da cultura cabo-verdiana em diversas áreas.

Abraão Vicente, por seu lado, após agradecer os parceiros e convidados, lembrou que a festa do livro é apenas parte de uma estratégia que usa o livro e os escritores para colocar a literatura no centro do conhecimento.

O ministro da Cultura não deixou passar o “momento histórico” de hoje, como referiu, a aprovação no parlamento, na generalidade, da proposta de criação de regiões administrativas no país , que, ajuntou, significa mais poder para as ilhas.

“E isto é cultura”, sentenciou.

A noite da abertura da 2ª edição do Morabeza – Festa do Livro foi ainda palco para o anúncio do nome do escritor Olavo Correia como vencedor da 1ª edição do Prémio Literário Arnaldo França, com a obra “Beato Sabino”.

Ao prémio concorreram 13 autores, e o júri, para além de atribuir ainda uma menção honrosa, deliberou por unanimidade dos membros a atribuição do 1º lugar a Olavo Correia.

Para além da atuação de artistas como Bau e Chico Serra e de performances do Carnaval do Mindelo, a festa de abertura da 2ª edição do Morabeza – Festa do Livro foi palco para assinatura de um protocolo entre o Ministério da Cultura e a Imprensa Nacional – Casa da Moeda (Portugal).