A informação foi avançada pelo presidente da SOCA, Dany Spinola, em conferência de imprensa, asseverando que a apresentação desta obra especial, na sede da Associação dos Antigos Alunos do Liceu de Cabo Verde, em Carnide (Portugal), enquadra-se nas atividades alusivas ao 14º aniversário natalício desta instituição.

“É uma obra especial que será uma homenagem à nossa grande compositora Tututa Évora, e também intérprete, magistral, em termos de piano”, especificou Spínola, acrescentando que a obra conta com “as composições de Tutuca acompanhadas de pautas e biografia desta pianista”.

Dany Spinola disse que o livro merece vir ao público para dar a conhecer “essa grande intérprete e compositora da música cabo-verdiana”.

Autora de algumas das mais importantes composições em Cabo Verde, Epifânia de Freitas Silva Ramos Évora, popularmente conhecida por Dona Tututa, morreu em 2014 na ilha do Sal, aos 95 anos.

Nascida em Mindelo, Tututa Évora despontou como pianista e foi igualmente professora de piano, sendo autora de temas como “Grito de dor”, “Sentimento”, “Mãe Tigre” ou “Vida Torturod”.

Reconhecida como “figura lendária”, a pianista foi dada a conhecer ao mundo através de um retrato fílmico sobre a sua vida, do realizador luso-cabo-verdiano João Alves da Veiga, apresentando publicamente precisamente no dia do seu 94º aniversário.