O projecto de reabilitação da praça enquadra-se no Eixo IV do Programa de Reabilitação, Requalificação e Acessibilidades (PRRA), traçado pelo Governo, através do Ministério das Infra-estruturas, Ordenamento do Território e Habitação (MIOTH) e é coordenado pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, pelo Instituto do Património Cultura.

O descerramento da placa da obra acontece cerca de 10 dias depois da assinatura do contrato de consignação da empreitada dessa obra entre as Infra-estruturas de Cabo Verde e Sociedade Técnica de Construção (STC).

A praça vai ser reabilitada do ponto de vista histórico e cultural, consistindo os trabalhos na demolição do piso em betonilha e a sua substituição pelo piso em calçada basáltica com desenhos artísticos, cobertura dos coretos, retirada da vedação metálica, assim como parte de electricidade.

Orçada em cerca de 2500 contos e o prazo para a sua execução é de cinco meses, mas o dono da obra está confiante que a empreitada pode ser executada em menos tempo.

A área envolvente da praça não está contemplada no projecto porque faz parte da empreitada de requalificação do centro histórico da Cidade de São Filipe que prevê cerca de 35 mil metros quadrados de arruamentos requalificados e com reposição de calçadas.

A praça João Paes de Vasconcelos, recorda-se, foi inaugurada na década de 30 do século passado e passou depois da independência a ser designada de praça 4 de Setembro.

Está localizada no núcleo histórico da cidade, defronte ao edifício de Paços do Concelho e rodeado de sobrados emblemáticos, construídos no século passado.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.