Segundo a mesma fonte adiantou à Inforpress, a organização decidiu desafiar os restaurantes parceiros do festival a confeccionar um prato a base da cavala, ou outro peixe, que depois vai ser doado a uma instituição de cariz social e distribuídos a famílias carenciadas de diversas zonas de São Vicente.

“Com a pandemia, diversas famílias estão passando por dificuldades. Então, como somos o maior evento gastronómico do País e que defendeu sempre a questão da solidariedade social, achamos que não podíamos deixar a data passar em branco”, lançou Josina Fortes, explicando que o gesto solidário marca assim o dia do festival, que deveria acontecer neste sábado, 11.

A gestora da MarIventos assegurou que já têm alguns parceiros que já concordaram com a ideia, mas querem angariar ainda mais restaurantes e assim ajudar mais pessoas.

“Mas, já temos uma média de 600 refeições garantidas, o que já é muito bom, mas se tivermos mais é sempre bem-vindo”, considerou, acrescentando que as refeições vão ser distribuídas através da Cruz Vermelha local.

O festival da cavala, realizado desde 2013 e tido neste momento como um dos eventos de referência do Mindelo, será ainda marcado com um `flash mob´ virtual , que terá a participação da actriz brasileira Vanessa Giácomo a apresentar uma receita de culinária através da internet.

O Ministério da Saúde e da Segurança Social anunciou hoje mais 10 casos positivos da covid-19 na ilha de Santiago e 162 negativos a nível nacional, num total de 172 exames analisados nos dois laboratórios de virologia.

Com os 10 casos confirmados hoje, Cabo Verde passa a contabilizar 1552 casos positivos acumulados, dos quais 18 óbitos, dois doentes transferidos para os seus países de origem, 730 pessoas recuperadas e 802 casos activos.

Em África, há 12.206 mortos confirmados em mais de 522 mil infectados em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 549 mil mortos e infectou mais de 12 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LN/JMV

Inforpress/Fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.