Depois de vários meses de negociações, a confirmação é quase certa: segundo o site ESCKAZ, Madonna será uma das estrelas que vai atuar na edição de 2019 do Festival Eurovisão da Canção, que este ano se realiza em Israel. A 'rainha da pop' vai subir ao palco no dia 18 de maio, avança a imprensa local.

Segundo o site 20minutos.es, a contratação da artista norte-americana foi "complicada" devido à escolha da canção que será interpretada no palco do festival - a European Broadcasting Union não permite que sejam abordadas questões políticas no espetáculo.

De acordo com a ABC, Madonna irá cobrar perto de um milhão de euros para atuar na final do Festival Eurovisão da Canção. O empresário israelita Sylvain Adams irá financiar a atuação.

Os artistas israelitas que venceram anteriormente o festival da Eurovisão também vão subir a palco - Izhar Cohen & the Alphabeta (1978), Gali Atari e Milk & Honeu (1979), Dana Internacional (1998)e Netta Barzilai vão atuar depois de Madonna.

Já nas semifinais vão contar com atuações de Eleni Foureira, Conchita Wurst, Måns Zelmerlöw (vencedor da Eurovisão 2015) e Verka Serduchka.

Este ano, participam 41 países no concurso, menos dois que o recorde do ano passado. Eslovénia, Bielorrússia, República Checa, Montenegro, Chipre, Sérvia, Finlândia, Polónia e Hungria atuam na primeira semifinal do festival, no dia 14 de maio.

Estónia, Portugal, São Marino, Islândia, Geórgia Austrália, Bélgica e Grécia sobem ao palco na segunda semifinal, marcada para 16 de maio. Já Israel, por ser o país organizador, e os 'big five' (França, Espanha, Alemanha, Itália e Reino Unido) têm acesso direto à final.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.