O músico Luiz Carlos Justino, de 23 anos, terá sido preso por engano na passada quarta-feira, dia 2 de setembro, tendo sido libertado este domingo, por decisão do tribunal. Segundo o jornal a Folha de São Paulo, o artista foi acusado de participar num assalto à mão armada em 2017.

A família do músico brasileira alega que à hora do crime, Luiz Carlos Justino estava a dar um concerto. Em tribunal, a vítima, ao ver a fotografia de Luiz Carlos Justino, identificou-o como autor do crime.

De acordo com o G1, o juíz decidiu libertar o músico, criticando o reconhecimento através de fotografias.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.