Esta obra, segundo a nota introdutória, trata da espiritualidade e outras reflexões, romanceada a pensar nos jovens que estão a “vivenciar situações desagradáveis” e meios sociais de todos os tipos, que facilmente os “encaminham para projectos de vida negativos”.

Segundo uma nota publicada na página da Associação Comunitária Amigos de Safende, a associação pretende criar um “ritmo mensal” de apresentação de livros no bairro como uma das formas de dinamização da biblioteca comunitária.

A escolha do livro “Gangsta Yogi” para dar o pontapé de saída, justificou, tem a ver com o facto também da obra ter como ideia essencial a “afirmação do outro como parte essencial da construção do eu”.

O livro, de acordo com o mesmo documento que cita o apresentador da obra, Orlando Borja, é de agradável leitura e contribui para ajudar as pessoas a encontrarem o equilíbrio “tão necessário e urgente no mundo actual”.

A apresentação da obra está marcada para as 17:00 e será feita pelo professor Orlando Borja, e conta ainda com a participação de dois jovens do bairro, como convidados especiais.

Nardi Sousa é sociólogo, Doutor em Ciências Sociais e professor universitário e pesquisa temas relacionados com a África e a Diáspora Negra, Migrações, Juventude, Cidadania Local, Cultura, Yoga e Espiritualidade.

É também autor do livro “Imigração e Cidadania Local: Associativismo Imigrante e Políticas Públicas de Portugal (2003)” e “Simão de Barros: Uma leitura Metafísica do Diário de Santelmo (1909-1947)”.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.