Este espetáculo, que acontece no Centro Cultural do Mindelo, segundo Jorge Martins, é uma “nova versão” e com “algumas alterações” da conhecida peça “Preto no Branco”, a que atribuíram o título de “Gémeos do avesso”, que “melhor se enquadrava”, assegurou.

Assim, uma outra reformulação, também protagonizada por Jorge Martins e César Lélis, que, segundo a mesma fonte, incidiu sobre algumas cenas “muito prolongadas” e que foram transformadas numa “comédia mais divertida e sadia”.

Entretanto, a temática continua a mesma, a emigração, em que dois irmãos foram separados na tenra idade com a viagem de um deles para Portugal e vários anos depois reencontraram-se em Lisboa, inclusive partilhando o mesmo quarto, mas sem se reconhecerem como irmãos.

“Assim eles tiveram controvérsias, contendas e conflitos que desembocaram inclusivamente em agressão e violência e tudo mais”, contou Jorge Martins, para quem esta peça deverá fazer as pessoas refletirem sobre a questão da discriminação.

E por outro lado, ajuntou, para chamar a atenção, especialmente nesta quadra festiva, para o facto de que “devemos viver na paz e na irmandade”.

“Já é tradicional estarmos em São Vicente por esta altura do ano e assim trazemos sempre um tema para reflexão”, lançou o ator, adiantando que isto vai ser tratado através da comédia, como uma forma das pessoas “rirem das peripécias da vida, mas que depois possam pensar sobre o assunto”.

César Lélis enfatizou, por seu lado, o episódio do reencontro com “muitas alegrias” dos dois irmãos, após terem tido “tantos conflitos”.

“A mensagem desta peça é muito boa, porque faz-nos pensar que somos somente uns visitantes aqui na terra, que viemos dar um recado que deve ser bem feito, para quando chegarmos lá em cima estarmos com o papel sem mancha e sem cadastrar”, concretizou o ator.

“Gémeos do avesso” vai ser apresentado em São Vicente durante estes três dias no Centro Cultural do Mindelo (CCM), pelas 21:00 e pelo preço de bilhete de 600 escudos, mas que, conforme informações colhidas do CCM, já estão esgotados.