A informação foi avançada hoje à Inforpress pelo actor João Pereira, mais conhecido por Tikai, tendo informado que depois de dois anos de lançamento oficial do filme e projecção da peça “Filho Pródigo” em todas as ilhas e pela Europa e América resolveram brindar o público com actuação ao vivo desta peça que é uma adaptação de uma parábola religiosa à realidade cabo-verdiana.

Apesar das dificuldades que o grupo encontrou para gravar este filme, sem nenhum apoio, João Pereira disse que hoje podem regozijar-se pelo facto de este ter tido uma “grande aceitação” no seio do público e por estar a ter muitas visualizações nas plataformas digitais.

“Pelo feedback que tivemos, basta ver no historial, há três meses que divulgamos o filme no Youtube, já atingimos 200 mil visualizações, não encontramos nenhuma mensagem negativa, então isso dá-nos força e moral de que estamos a fazer um bom trabalho e a dar um contributo para a cultura do país”, regozijou-se.

Nas sessões de projeçcão em tela feito em vários concelhos do país e na diáspora (Holanda, França, Luxemburgo, Suíça, EUA,) e nas edições de 2018 e 2019 do Plateau –  Festival Internacional de Cinema, disse que conseguiram encher todos os palcos com esta peça do que com as anteriores.

Outro objectivo principal desta actuação ao vivo, informou, é poder arrecadar recursos para custear a deslocação dos elementos do grupo para apresentação da peça ao vivo na Europa e nos Estados Unidos da América.

Nesta primeira fase, avançou que no dia 01 de Dezembro o concelho de São Lourenço dos Órgãos (onde a peça foi gravada) será a primeira a acolher a actuação ao vivo, segue-se para Assomada (08), Praia (15), Tarrafal (22), Santa Cruz (29), São Miguel (05 de Janeiro) e São Domingos (12 de Janeiro).

Todas as sessões acontecem num domingo por volta das 15:00 e o acesso ao recinto é de 100 escudos para crianças e 200 para adulto.

João Pereira apelou à população para contribuírem na realização de um dos sonhos do grupo que é levar esta peça para outros cantos do mundo, visto que é uma história que chama a atenção dos jovens e da sociedade cabo-verdiana para serem mais responsáveis e ajudarem no desenvolvimento do país.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.