O anúncio foi feito hoje pelo ministro da Cultura e das Industrias Criativas, Abraão Vicente, durante a conferência de imprensa de balanço do Conselho de Ministros, quando foi confrontado com as notícias que dão conta que a actriz, que vive em Portugal, passa por dificuldades financeiras e de habitação.

O governante disse que enquanto ministro manteve um encontro com Vitalina Varela depois da premiação, mas afirmou que tais dificuldades não foram verbalizadas e que não chegou ao Governo, nem da parte da actriz, nem dos familiares, nenhuma comunicação formal sobre as suas dificuldades.

Abraão Vicente adiantou, entretanto, que o Governo está aberto para ajudar naquilo que for possível.

“Se há dificuldades Vitalina não as verbalizou, mas o que o certo é que Vitalina virá para Cabo Verde em Janeiro receber Medalha de Primeiro Grau de Mérito Cultural atribuído pelo senhor primeiro-ministro. Virá com Pedro Costa e haverá uma semana de exibição de filmes do sobre comunidade cabo-verdiana”, disse.

“Estamos abertos para ver qual é a situação da Vitalina, que sabemos neste momento está a tratar da sua documentação para viver legal e ter a nacionalidade portuguesa, nós ajudaremos no que for possível”, garantiu.

Vitalina Varela, 55 anos, natural de Figueira das Naus, ilha de Santiago, é uma actriz amadora que em Agosto deste ano ganhou o ‘Leopardo de Ouro’ para melhor atriz durante o Festival Internacional de Cinema em Locarno, Suíça.

O filme é do realizador português Pedro Costa e é sobre a vida da actriz, daí o título ‘Vitalina Varela’.

A película foi também premiad como o melhor filme do festival.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.