O evento, que se enquadra nas comemorações do 51º aniversario das Forças Armadas de Cabo Verde e que este ano acontece sob o lema “51 anos, servindo a Pátria”, consta com a realização de um leque de atividades de cariz militar, cultural e desportivo a nível nacional e que vem tendo lugar desde de Dezembro de 2017.

Segundo a responsável do Centro da Documentação do Estado Maior, Carina Santos, em declarações à Inforpress, os livros estarão patentes ao público a partir de hoje e até sexta-feira, das 9:00 às 17:00.

“Queremos, com esta parceria com a Biblioteca Nacional, dinamizar o habito da leitura dos nossos colegas e aumentar o público leitor em Cabo Verde, pois, é uma semana em que a feira estará livre para o público militar e civil”, disse.

Na feira, estão expostos mais de 300 exemplares de livros de autores cabo-verdianos e estrangeiros.

Com essas atividades, as FACV pretendem demostrar a importância da existência das instituição castrense e a contribuição dos seus efectivos e colaboradores em prol do desenvolvimento da instituição e o desenvolvimento da sociedade civil cabo-verdiana.

O ato central da comemoração do 51º aniversário, a ter lugar a 15 de Janeiro , na Cidade dos Espargos, está este ano sob a alçada do Comando da 2ª Região Militar.

As comemorações do dia das Forças Armadas realizar-se- ão a nível nacional,  no mesmo dia e à mesma hora ao do ato central,  nos Comandos da 1ªRegião Militar e Guarda Costeira (um ato conjunto único) e no Comando da 3ª Região Militar e Guarnição do EMFA,  também a ser realizada na FIC.

Desta forma, está prevista para o dia 11, ás 16h00, uma demonstração de Tattoo na Rua Pedonal, no Platô e atuação da Banda Militar e batucadeiras de Cidade Velha “Nos Erança” na Praça Alexandre de Albuquerque.

No dia 12, às 19:00s, no Quartel Jaime Mota, será exibida uma peça teatral denominada “Homem, Eterno Prisioneiro” , pela Companhia de Teatro Grupo “Fladu Fla”.

No dia 15, na Cidade da Praia, estão previstos, para às 11h00, parada Militar , com Desfile e Demostração de Tattoo Militar, Técnica de Controlo Tumultos e Defesa Pessoal, na FIC , no Antigo Aeroporto da Praia, sob o Comando da 3ª Região Militar.