Estes dois artistas, que atuam juntos pela primeira vez, para dar corpo “A Arte do Impossível”, decidiram, no final da tarde, mostrar um “pouco” do que vai acontecer neste espetáculo, marcado para acontecer neste sábado, 19, no Centro Cultural do Mindelo.

Através de pequenas demonstrações de “mágica interativa” e de “malabarismo de contacto”, deixaram a criançada espantada e pedindo mais deste show, que, segundo Mr. Paradox, junta estas duas especialidades e um “pouco” de humor.

“Foi um processo criativo, uma coisa que nasceu da experiência e com o tempo e que acabou resultando numa combinação inusitada”, explicou o mágico e ilusionista, que adiantou ser “justamente” isso que os motiva, trazer “algo novo e diferente” para São Vicente.
Assim, apresentam neste fim de semana, ajuntou, um “espetáculo familiar” e apto a “todos os públicos”, em que todas as pessoas são “bem-vindas”.

“Tem números interativos em que as pessoas serão convidadas a subir ao palco e ver a mágica bem de perto”, reforçou, em nome da dupla, que se apresenta em São Vicente trazida pela nova empresa surgida no Mindelo, BrainStorm Coworking.

Conforme a gerente, Giselle Silva, avançara antes à Inforpress pretendem mostrar um “evento pouco usual” com estes dois artistas, que prometem mostrar o “melhor” dos seus “mundos” em que, asseverou, já conquistaram “algum prestígio”, especialmente Mr. Paradox, que coleciona estatuetas de ouro ganhas na Europa.

A bilheteira da “Arte do Impossível” está a 600 escudos pré-venda e 800 escudos à entrada. Após São Vicente, a BrainStorm CoWorking pretende levar o evento, segundo a mesma fonte, para outros concelhos do país.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.