Tutu Sousa explicou à Inforpress que escolheu essa data, último dia do estado de emergência na cidade da Praia, porque são obras produzias numa “fase diferente e faz todo o sentido expô-las de uma forma diferente”, para que tudo possa ter sentido.

Outra razão para expor neste contexto, elucidou, é para mostrar às pessoas que apesar do estado de confinamento podem fazer aquilo que gostam e dar utilidade a este momento que se vive devido à covid-19.

“Foi o que eu fiz, dei utilidade a esse tempo produzindo as minhas obras de arte. Cada um pode dar o seu contribuo da sua maneira”, regozijou-se.

Durante estes dois meses de confinamento para prevenir a propagação do novo coronavírus, Tutu Sousa pintou 12 quadros, 12 caricaturas e três tampas de ‘bidon’, que retratam a música, a família e a cultura cabo-verdiana.

Nas caricaturas, informou, estão representadas personalidades nacionais e internacionais como Papa Bento XVI, Charlie Chaplin, Abraão Vicente, entre outros.

O artista avançou à Inforpress que esta será uma exposição única porque a maioria dos quadros já está vendida e depois desta exposição ‘online’ vão ser entregues aos donos.

Para além de pintar quadros, revelou à Inforpress que aproveitou esse tempo para fazer pintura de mural dentro de casa, recuperação de peças de esculturas, entre outras coisas.

Tutu Sousa foi um dos artistas seleccionados na primeira edição do programa “Enpalco100Artsita”, uma iniciativa do Governo de Cabo Verde, através do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas e executado pelo Bureau Export Music Cabo Verde (BEMCV).

“En40tena” vai ser transmitindo em directo a partir 18:30 desta sexta-feira, via página do Instagram do artista.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.