A informação foi avançada na página do Facebook da câmara municipal, que revelou que várias empresas, organizações e pessoas anónimas estão a colaborar com a edilidade para juntos apoiarem as famílias de “baixa renda”.

Segundo a mesma fonte, o jovem Jailton Lopes, que reside em França, fez uma doação de 330 quilos de arroz.

Só esta quinta-feira, 02, a autarquia obteve mais de dois mil quilos de arroz oferecidos por pessoas e empresas.

Na terça-feira, 31 de Março, um agricultor local doou 200 quilos de batatas.

Os comerciantes chineses fizeram, na sexta-feira, 27, uma doação de mais de 200 contos em produtos de primeira necessidade.

Na ocasião, o presidente da câmara, Carlos Silva, que falava à Inforpress, agradeceu os chineses pela iniciativa, ao mesmo tempo que lançava o repto para outras pessoas seguirem o exemplo.

“Neste momento, para nós este gesto é do tamanho do mundo porque não medimos pela quantidade de coisas que recebemos, mas sim pelo gesto e a boa vontade”, declarou.

A câmara municipal anunciou que vai iniciar a distribuição das cestas básicas às famílias “mais vulneráveis” a partir deste sábado, 04.

De acordo com o ‘site’ oficial da informação sobre a covid-19, Cabo Verde regista “35 suspeitos acumulados, seis casos confirmados, zero recuperados e um óbito”.

Em Santiago Norte, todos os seis municípios que compõem a região – Santa Catarina, São Salvador do Mundo, São Lourenço dos Órgãos, Santa Cruz, São Miguel e Tarrafal – têm em marcha as medidas de prevenção e sensibilização, no âmbito do plano de contingência nacional e controlo da covid-19.

A pandemia de covid-19 já ultrapassou a barreira de um milhão de infectados e de 50.000 mortos em todo o mundo, desde Dezembro, segundo o último balanço da agência France-Presse, a partir de dados oficiais.

Segundo dados recolhidos pela agência noticiosa francesa AFP junto das autoridades oficiais dos países, já existem 1.000.036 casos de infecção, incluindo 51.718 mortes, em 188 países e territórios, principalmente nos Estados Unidos (234.462 casos, incluindo 5.607 mortes), onde a pandemia está actualmente a progredir mais rapidamente.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.